quarta-feira, 23 de novembro de 2022

Fotografia 3X4 Dimensões.

1. Se apresenta um pouco pra mim. Quem é você?
Eu sou alguém a quem os seus sonhos o preservaram do crime e da violência. Eu já pisei na bola, já queimei o filme, já chutei o balde, mas nunca chutei ninguém, nunca pisei ninguém e nunca queimei ninguém. Estou dizendo isto, porque, quando me conhecem, aos 52, sem carro, sem casa, sem dinheiro, sem emprego, sem trabalho, sem esposa, sem filhos, sem amigos, nunca me casei, nunca tive filhos, nunca namorei, então, quando me conhecem, e veem tudo isto, raramente procuram saber o que há, ninguém pergunta, julgam logo que há algo errado e, como de costume, pensam no pior, raramente me dão a chance de mostrar que um esquizofrênico não é um psicopata.

2. Você trabalha hoje? Se sim, com o que?
Emprego, trabalho e renda são coisas diferentes. Estou sem renda nenhuma. Estou trabalhando em quatro canções. Uma delas, 75% concluída, duas delas 50% concluídas e, a última, 25% concluída, que, apesar das pressões, eu não vendo, nem vendi e nunca venderei canções. Mas, é muito difícil compor sem poder tocar um instrumento musical ou cantar por aí. Aqui em casa é probido que eu toque instrumentos musicais, então eu costumava ensaiar em parques públicos, mas a Pandemia e um curso de Teatro me tiraram esse hábito. Só tive carteira assinada por três anos em toda a minha vida profissional e foi em planejamento e marketing turístico. Meu currículo não ajuda a conseguir nada, nem ajuda a conseguir emprego. Eu também tenho medo de conseguir um emprego e perpetuar esta situação de co-dependência que vivo em família e que já não aguento mais. Já consegui dinheiro como ator, como redator de política, como revisor de tese de mestrado, como auxiliar de pesquisa, como corretor de redação pré-vestibular. Eu sofro muito por não ter renda e por ter gente que acha, por você ser louco, que pode lhe forçar a um trabalho sem remuneração e sem reconhecimento, e que pode lhe fazer "pegar no tranco" para trabalhar, porque lhe julgam preguiçoso, ou coisa do tipo. É muito desagradável o trabalho forçado. Sou graduado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, e não consegui concluir o curso de Arquitetura e Urbanismo também da USP. Observação: nunca mais quero trabalhar com publicidade, acho abjeto, me suscita ódio, não posso nem ouvir nem olhar.

3.a. Quem mora com você?
Eu moro com minha mãe e um dos meus irmãos.

3.b. Como é a relação com essa pessoa?
Com minha mãe, hoje, é uma relação tranquila, mas já foi muito difícil. Com este irmão é uma relação de violência doméstica, de ameaça à existência, de ameaça à integridade física, de ameaça de mutilação e, até, de ameaça de morte. Eu não devia falar dele, isso é assunto de polícia, não é assunto de imprensa. Uma situação de adoecimento psicossocial familiar completo. Minha mãe também é usuária do CAPS, como eu. Já ele está num delírio de onipotência a quem, ele supõe que, as doenças não atingem.

4. Como é um dia normal na sua rotina, o que você faz?
Mercado. Eu saio de casa, de manhã, com a mochila vazia para fazer o mercado, e volto, mais ou menos duas horas depois, com a mochila cheia e sacolas. Tento não sair às compras todos os dias, não tenho carro, logo 'vou de lá e pra cá' de ônibus, carregando tudo nas costas, tenho isenção de tarifa de ônibus municipal por causa da esquizofrenia, o que me quebra um galhão. Cozinhar. Depois disso, eu cozinho para todos na casa. Todos os dias, eu cozinho, mas, nem todos os dias, vou ao mercado, vou duas ou três vezes por semana. Às vezes, tenho depressão associada à esquizofrenia, mas tenho de sair assim mesmo. Livros. Gosto de ler, estou sem renda e sem emprego, então me sobra tempo, vou à biblioteca pública, que fica um pouco longe de casa, e retiro os livros, eu gostaria de ler mais, porém a depressão, acho que é pelo estado de ruínas da minha vida, me toma muito desse tempo e acabo lendo menos do que eu poderia. O prazer da jornada. Andrômeda. De vez em quando, olho as moças, me encanta a beleza delas, nem sempre dá pra evitar de olhá-las, mas eu sei que flerte no onibus é muito complicado. Elas costumam estar a caminho do trabalho, ou, fora dos ônibus, no próprio trabalho delas, então não estão acessíveis, mas o quase-nada dos sinais me alimenta, é tudo o que eu retenho, não flerto com quem não está acessível. Eu respeito. Eu não tenho ninguém, por isso, às vezes, flerto, se tivesse alguém, seria diferente, não flertava com ninguém. Acho bom dizer que abuso significa muita coisa ruim. Não as importuno, não as mexo, não as encaro, não as provoco, não as toco, a nenhuma delas, e não falo com nenhuma sem consentimento. Evito falar desta carência com qualquer pessoa, pois tem gente achando que, se você é louco, pode lhe forçar a ter um relacionamento contra a sua vontade, ou, é você que vai forçar alguém a ter um relacionamento contra a sua vontade, pois, se você é louco, podem lhe fazer "pegar no tranco", ou, é você quem vai querer fazer alguém "pegar no tranco". Como se fosse legítimo. É muito desagradável o casamento forçado. SUS. Vou buscar os remédios na UBS/CAPS para minha mãe e para mim, ela tem 79, eu também vou à UBS/CAPS marcar consultas, além de levá-la para as consultas com o psiquiatra, com o clínico, com os enfermeiros (medir a glicemia e a pressão arterial) e nos mais diversos exames dela. Eu também passo no psiquiatra, no clínico, no dentista, nos medicos e nos exames, mas, no CAPS, vou só ao psiquiatra e à farmácia mesmo. Perdi a confiança nos outros 'psis' de lá. O normal deveria ser a honestidade, a gente não deveria torcer para os outros serem honestos. Também compro remédios, que estão muito caros. Acompanho minha mãe ao CAPS e à UBS com motoristas de aplicativo. Pausa. Agressão ao perdedor que sou eu. Uma parte da rotina de casa é desviar do valentão, não falar com o valentão, não olhar pro valentão, calar quando o valentão consome quase todo o alimento que era para as três pessoas da casa, etc... Educação financeira. Administrar as contas, calcular os gastos do mês, pagar boletos, pagar aluguel, separar o dinheiro para comprar o necessário para cada um dos dias do mês, usar a Internet do celular para baixar boletos e comprovar o pagamento do aluguel. Acompanhar minha mãe ao banco. Os dias. Tem tudo isso na minha rotina, em todos os dias de cada mês, alguns dias, eu faço mais, alguns dias, eu faço menos, mas é muito raro um dia de total descanso. O peso. Na verdade, está tudo sobre mim, o dinheiro não é meu, e nem consigo dar conta de tudo. Aí, dá a depressão associada à esquizofrenia. Zerado. Não tenho um dinheiro só pra mim. Não quero doações, nem vaquinhas, nem nada semelhante, o que eu desejo é que parem de me plagiar e comecem a me pagar e a me reconhecer pelo quê foi eu que trabalhei para criar, ou seja, que respeitem meus direitos civis.

5. O que você mais gosta e o que menos gosta na sua rotina hoje?
Mais gosto, ler, mas, se eu pudesse cantar e tocar violão, uke, triângulo ou escaleta, para compor minhas canções, eu seria muito feliz. Menos gosto, a convivência forçada com o valentão. Conviver com minha mãe não é ruim, é bom, depois de muito tempo, é bom, mas há um relacionamento muito traumatizado aí. Um relacionamento que já foi muito difícil. Eu não estou aguentando a minha rotina. Minha mãe entra com o dinheiro e eu faço tudo, o valentão não entra com dinheiro nem faz nada, manda na casa com ameaças de agressão e agressão, e, além de tudo, minha mãe ainda quer que eu aceite tudo isso submisso ao valentão dourado dela. Tem também muita gente sabendo desta situação, que não apenas se omite, como também a explora.

6. Quando você teve contato com os primeiros sintomas da esquizofrenia?
1992, Outubro. Um surto severo de cujos os desdobramentos me forçaram a abandonar o curso de Arquitetura e Urbanismo em 1994. Passei 8 meses de '93 sozinho em depressão no CRUSP.

7. Quando foi diagnosticado?
Fui diagnosticado por volta de 1995, quando voltei à USP, por um serviço que a Universidade matém para os alunos e a comunidade. Um serviço excelente e gratuito.

8. Como foi esse processo de diagnóstico?
Foi tranquilo, ninguém, dos médicos e das médicas, fizeram algum 'terrorismo' dizendo que minha vida estava condenada, deixaram eu descobrir isto por mim mesmo, mas me deram apoio nesse processo árduo que é se saber com uma doença incurável e maldita, e continuaram a me atender até muito tempo depois de eu me desvincular da Universidade.

9. Como foi a reação das pessoas ao seu redor? Foi acolhido pela família e amigos?
Não houve nenhum acolhimento de familiares ou de amigos. Na família, é melhor não tocar no assunto. Sujeito a agressões. As ofensas preferidas da minha mãe são as associadas à loucura, como é comum. O valentão, ao me espancar, certa vez, me ameaçou dizendo que eu era louco e que ninguém iria acreditar em mim, caso eu o denunciasse. Meus amigos me arrancaram muitos bens simbólicos e artísticos (plágio) e alegaram que eram alucinações minhas todas as denúncias que fiz. Um deles até disse que eu não era ninguém e eu não poderia fazer nada. Ninguém acredita num esquizofrênico. O que impossibilitou que eu me inserisse na minha área de formação acadêmica. Meu diagnóstico virou álibi para todo tipo de agressão, desde os plágios, até calúnias e difamações. Não deu para manter amizades assim. (Nem no CAPS, eles não se despem dos preconceitos, há também muitos médicos preconceituosos em relação à esquizofrenia, logo eles que estudam tanto, né, como pode?). Não foram poucas as vezes em que eu preferi ficar em situação de rua para não voltar para casa. Teve gente também que saiu da minha vida quando viu a tragédia nela, mas, ao menos, não foram gente que nem entrou nela, na minha vida, para falar mal de fora daquilo que não tinha a menor ideia e nem sabia de nada para poder falar.

10. Você teve que adaptar algo na sua rotina por causa da doença?
Quando tenho crises, é bom ter algum lugar para se isolar, e sempre é necessário manter a vigilância sobre o tratamento e os medicamentos. Fora isso, sou só meio esquisito, por causa da expressão dos sintomas sobre o corpo. Muito comum que as pessoas interpretem essa esquisitice como algo demoníaco, como algo criminoso. Preferem pensar o pior. Não sou violento, os sintomas não são necessariamente violentos, quanto a colocar em perigo à si mesmo ou aos outros, eu coloco a mim mesmo em perigo não aos outros, foram automutilacões, tentativas de suicídio, acho que tomei a decisão de me suicidar, só não sei quando ainda. Ando abaixando a cabeça e seguindo em frente nas ruínas da minha vida, sem oportunidade e sob rapinagem. Está muito difícil.

11. Hoje ela te impede de fazer alguma coisa?
O estigma é pior do que a doença. O estigma impede, mais do que a doença, de fazer muitas coisas. Parece que o mundo lhe interdita sem que você tenha passado pelo processo jurídico da interdição psiquiátrica, e o mundo lhe cassa os direitos civis por conta, sem nada concreto, sem sentença e sem chance de defesa. Direitos autorais são direitos civis. Você se torna naturalmente suspeito. Ser suspeito passar a ser uma característica sua, graças ao estigma social da loucura. A sacralidade do homo-sacer. Como você leu nesta entrevista, eu faço um monte de coisas, mas não tenho reconhecimento de nenhuma delas, nem em casa, muito pelo contrário. Na rua, parece que eu não posso ser artista, tenho que entregar tudo o que tenho para os que se dizem "verdadeiros artistas", segundo uma régua que eles mesmos inventaram, onde, numa ponta, estão os verdadeiros artistas, os proprietários da lucidez, seres iluminados e demiurgos da realidade e, na outra ponta, onde eu estou, estão os loucos, os que não têm lucidez, que vivem na obscuridade, criminosos em potencial, que não têm e não podem ter sanidade. Óbvio. Essa regra diz que não posso ser artista, pois um louco é o oposto e o inimigo de um "Artista". Tem um site com canções mal-gravadas minhas mas que protegem a minha autoria: http://qryz.net.

12. Você já conhecia a esquizofrenia antes do diagnóstico?
Sim, só desinformação, mas, sim, conhecia. O que eu sabia dela eram as trevas, a maldade, a escuridão, a destruição, a impossibilidade de pensar e de ser racional. A inimiga da sociedade. Aquela que deve ser silenciada nas suas palavras malignas de desordem e de aniquilamento. Os crimes, aos quais lhes eram atribuidos. Essa fantasmagoria toda. Mas, depois de fazer da Esquizofrenia minha velha amiga e ter o hábito de tomar um chá com ela por alguns anos, a gente percebe que ela não é um monstro, e que esse discurso associando-a à raiz de todo o mal, é uma construção dos perversos de verdade, aqueles só almejam uma coisa: calar as vítimas de suas violências, a violência por eles praticadas. Eu queria falar de coisas boas e trazer boas noticias, e, muitas vezes, me esforçando muito, até consigo, mas eu quero que as coisas boas tenham substrato numa realidade boa, e não sejam apenas palavras bonitas a nós adestradas e a nós incutidas, pelos outros, para melhorar os números da Saúde e a imagem dos loucos perante à opinião pública, sem compromisso algum com os próprios loucos, com a inserção saudável deles na sociedade, e sem compromisso algum com as suas realidades e com as suas limitações, que é viver seus sintomas, na medida do possível, bem. O compromisso deveria ser com os loucos, com eles mesmos, não um compromisso com terceiros, ou com seja lá quem for. Nesse discurso todo, não vejo ninguém sendo humanizado. Dignidade da pessoa humana. Só vejo simulacros, pois inexistem tratamentos pré-concebidos que ajudem todos os psiquiatrizados do mesmo jeito, ao contrário de tudo o que andam dizendo em todo lugar. Doença mental também não se reduz à desobediência pura e simples à regras abstratas. Um tratamento pré-concebido é um manicômio portátil, uma camisa-de-força invisível. Nestes casos, das doenças mentais, cada caso é um caso. Agradeço a leitura.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

domingo, 26 de junho de 2022

Operação de Guerra Psicológica.

A GENEALOGIA DO "APAGÃO" EM FUTEBOL

Z

OU: UM CRIME É PERFEITO NA MEDIDA EM QUE NINGUÉM ACREDITA NELE.

Sobre as derrotas do Palmeiras no Morumbi, e mais alguma coisa...

Não foi isso. Foi operação psicológica de guerra (psyop). Do mesmo: França x Brasil (1998) e Brasil x Alemanha (2014). Você esgota a energia do adversário destruindo o foco dele. Só aconteceu pq foi no Morumbi. O Corinthians fez com o Santos também. Cuidem de respirar direito.

No caso da Alemanha, foram bem-sucedidos na engenharia social reversa dessa tática de desestabilização, mas ela não seria possível sem apoio "de cima".

Sem apoio da televisão, ninguém faz uma psyop de guerra direito. Dominando a administração do estádio e a televisão de cima para baixo, a Alemanha destruiu o foco da Seleção Brasileira em 2014. Houve algum entreguismo também. Cuidado com: aonde vai coração e atenção.

Dê uma chance ao caos.

A paranoia domesticada e útil.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 20 de junho de 2022

PROPOSTA CRÍTICA DA MÍDIA

Sou a favor da regulamentação da mídia (a),

do fim da propriedade cruzada dos meios de comunicação (b),

mas, sou a favor também da abordagem crítica da posição de plateia (c), sem a qual de nada adiantaria (a) e (b).

Disseminação do conhecimento em educomunicação (c).

Senão, ser manipulado não só pelos grandes, como ser também manipulado pelos pequenos.

Igual aqui na Internet (Twitter, Facebook, Instagram, YouTube, TikTok, etc...)

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 23 de abril de 2022

O Deus do Consumo.

Que nazismo ou fascismo que nada.

O lance agora é o consumismo.

Ninguém mais é pessoa, agora é tudo coisa, mercadoria para ser vendida ou comprada, caso tenha valor no mercado, caso contrário, que morra nas vistas de todos e em plena indiferença.

Ninguém vai gastar um centavo com uma instituição asilar como prisão, hospício ou campo de concentração.

Ninguém está nem aí.

As pessoas usarem umas as outras é sinal de consumismo. Ninguém mais é gente, todos são coisas para serem usadas e descartadas. O valor da Pessoa é seu valor de uso e seu valor de troca. Matar pela indiferença é pior do que matar pelo ódio, pois é nada o que você sente.

O consumismo é o resultado, não natural, mas artificial, do nazismo e do fascismo, porque pago.

Onde nós não estaríamos se houvesse investimento no que é certo?

E onde nós estamos com todo esse investimento no que é errado?

Destruição, miséria, fome...

moça,

aguenta as pontas,

se você não consumir mercadorias, você que será consumida como mercadoria,

aguenta as pontas,

basta ver como é a reciclagem do lixo para ser ter ideia do seu destino de mercadoria,

aguenta aí

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quarta-feira, 6 de abril de 2022

Energia Potencial.

Sentido que se sente
Sentido que já estava aí
Sentido construído
Sentido impresso no mundo
Fazer sentido
O universo não tem obrigação de fazer sentido
Tudo isso junto

Eu criando esculturas elétricas do fundo do poço. Tudo isso que não serve mais e que depende do veneno da carência.

Um nome escrito errado para a pessoa não trabalhar nem se casar.

Potência e pequenez quanto menor o volume maior a pressão, logo, a potência.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 2 de abril de 2022

Dólar Unipolar

Especialista ocidental diz:

guerra híbrida =
guerra física + guerra cibernética

Adicionando + além:

lawfare + sanções brandas + proxy war + psyops + psywar + regime change + topic bait + engenharia social + experimentos sociais + propaganda midiática massiva + destruição de reputações + foundations + monetização + demo(ney)cracy + democratura + dívida infinita + dívida eterna + corrupção + suborno + viralização + virulência + soft coups + false flag + limited hangout + telecacht + weaponed informations + fake news + captura da atenção + identidade belicosa + invizibilização + demonização + satanização + revolução colorida + nós versus eles + boi de piranha + bode expiatório + excesso de informação + infoxicação + revisionismo histórico + armar populações + petrodólares + militarização de tudo + xenofobia + todas as fobias + relacionamento tóxico + violência física + violência verbal + violência emocional + violência psicológica + violência moral + violência patrimonial + violência sexual + assédio + alienação + bullying + gaslighting + distorção + manipulação + governo performático + eleições sujas + algoritmos calibrados + comunicação insalubre + cultura do cancelamento + cancelamento da cultura + imposição de submissão + hierarquização + novilíngua + estética da miséria + glamurização da pobreza + maleducação + discurso de ódio + neonazifascismo + censura + judicialização de tudo + cultura do estupro + cultura do linchamento +... ... + pensamento único
= Guerra de espectro total

Tirania híbrida
(alternância entre autoritarismo e totalitarismo)

Coping + Hoping + Doping + Toping + Floping + Clipping + Shopping = Mapping

inveja + usura + calúnia + assassinato = canibalismo

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

domingo, 20 de março de 2022

Mutreta (Eu, Pedindo Socorro).

Eles roubam, ficam com o dinheiro e eu fico com a culpa.

Uma vez que nenhum cidadão de Ilhéus se presta a ser bode expiatório da Prefeitura, o jeito é importar um bode expiatório de outra cidade:

Vaga arrombada: trabalhar na Secretaria de Obras de Ilhéus-BA para todos lá roubarem dinheiro público e eu levar a culpa, mesmo não tendo roubado, e ter uma punição exemplar: interdição psiquiática. Conheço essa história e aposto que a prefeitura de Ilhéus-BA é União Brasil.

Coação sofisticada, mas prefiro virar mendigo e olha que falta pouco para isso, pois me impuseram todo tipo de sanção para estar onde estou

Esta história eu já conheço..:

Reinvenção sobre reinvenção

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 18 de setembro de 2021

Palíndromo 57075

S.O.S. eu, há oval, lava e lavo o vão, a leva, só mar, ave, aroma a lê e vê, e lá, amor a Eva, ramos, a vela, o avô, o vale, aval, lavo ah! ué, sós!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

'Poemíndromo'.

Eva e Ave
a vela leva
amor aroma
só mar ramos
sumir e 'rimus'
e lavo o vale
e leve leva vele vele
a lê e vê e lá
a leva lá lá vela
a leve lá
eleve
lava o aval
o vale lavo
lavo oval
ovo avô avó ova ova ovo
o vão voa vô
ah
sós
S.O.S.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 17 de julho de 2021

Ela & eu.

Ela, a
Fênix,
Entre dois mundos,
Um pé no passado,
Um pé no futuro,
Um presente
De estar !viva!
Aqui
Agora.

E eu
E minhas
Estrepolias,
Peripécias,
Piruetas,
Pedaladas,
Palhaçadas &
Atrapalhadas.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Era quê?

Eu era técnico de nível superior
no organograma: tava lá: assistente.
teve assédio no ambiente de trabalho
teve sim
teve assédio de milícias no bairro
teve sim
teve dinheiro roubado
teve sim
ano de 2005 Bahiatursa
e teve o estranho caso do corrupto que se corrompia por amor à corrupção
(ele não fazia questão de dinheiro não)

assédio e peixe pequeno

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 2 de julho de 2021

Tauba de Beirada.

Sei da minha vida-nua,
Um lenho tosco ao léu,
Outra lata chutada na rua,
E nem sabe ou vai pro céu.
Mais que a riqueza sua,
Mais doce, faz o mel,
Merece viver sem favor,
Vida mesma é por amor,
Mais ainda meio pinel
Vivendo no mundo da lua,
Bem longe de falcatrua,
Sem merecer troféu.
Pode de lhe causar horror
E, claro, um mau-humor,
Mas não, a vida, ela, atua,
É um planeta-carrocel.
Como é vida e não é sua,
Esse jeito lhe magoa.
Pois, a vida é vida à toa.
São coisas sem valor,
Como essa minha dor,
Negação, aliás, compactua.
Dor de quem, nunca réu,
Mas, oh mundo, desvirtua.
O mundo mudo, não de hotel.
Olha só a morte sem temor.
E, o nada só olha sem terror.
Olha tudo enquanto breu.
Olha bem fundo e flutua.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Tweets Seis-Vinte-Um I.

Campos Harmônicos.
Maior:
M m m M M m o

Menor Natural:
m o M m m M M

Menor Harmônica:
m o A m M M o

Menor Melódica:
m m A M M m o

M = maior
m = menor
A = aumentado
o = diminuto

oxoxoxoxo

Filosofia (profunda) da linguagem.

Por que a gente compra "meias" no lugar de "uma"?

Sim, porque "um par de meias" é a soma de duas metades, e perfazem em uma "inteira".

oxoxoxoxo

Dá até pra colar: GloBolsonaro.

O veículo só entrou em guerra com o político, porque o político cortou a verba de publicidade federal deste veículo para que outros veículos assumissem outras lideranças com incentivo federal.

Não foi, nem é "crítica".

oxoxoxoxo

Encarar a morte é como encarar a picada da agulha da vacina: melhor estar relaxado nessa oportunidade.

oxoxoxoxo

Sobre a Coca-Cola e CR7.

Os patrocinadores não são donos dos jogadores.

Ponto.

oxoxoxoxo

A faixa presidencial deveria vir com os seguintes dizeres:

"Manter fora do alcance de crianças."

oxoxoxoxo

Filhos e canções:

Você venderia um filho?

Canções, dizem, são como filhos, não foram feitas para serem vendidas, não, não!

qryz (eu) no soundcloud

perdoem a má qualidade das gravações contra a boa qualidade das canções.

oxoxoxoxo

Blowing in the Wind foi composta em 20 minutos.

Um dia tem 24 horas.

Em cada hora cabem 3 vezes 20 min...

Hmm...

Em um dia, dá pra escrever 72 canções Blowing in the Wind.

Hmm...

Taí por que esse conteúdo (poesia) não é commoditie.

C.Q.D.

oxoxoxoxo

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Tweets Seis-Vinte-Um II.

Televisão:

Muuuito tempo pago vendendo implantes dentários (dentaduras fixas) e zero tempo orientando em como manter a dentição natural.

Os telespectadores dentados de hoje são os clientes em potencial desdentados amanhã.

Tem de manter isso aí...

oxoxoxoxo

O legal de perseguir alguém com esquizofrenia paranoide (CID f 20.0) é que, se esse alguém não curtir, você se safa dizendo que é delírio dele(a).

oxoxoxoxo

A pulga atrás da minha orelha sussurrando que Bolsonaro quer a vacinação em 2022 pra transformar tudo em evento eleitoreiro.

oxoxoxoxo

Ouvi por aí, uma mulher agredida pelo marido ao recorrer à Polícia na periferia, além de apanhar depois pela denúncia, o traficante* ainda a ameaça por ter chamado a Polícia.

Nos condomínios, se a Polícia for chamada sem flagrante, sem motivo, é notificação e, depois, multa.

TMJ

*"traficante" inclui também os milicianos que traficam gás de cozinha, gasolina, TV a cabo, Internet, influência, armas, munições, etc... e quando o agressor é o miliciano/traficante?

oxoxoxoxo

Publicidade, propaganda e marketing são vigarices. O conto do vigário de vender a Torre Eiffel e, quando você vai ver, ela não pode ser entregue, pois a Torre Eiffel não está à venda. Vendem o que não podem entregar para entregar o que não têm.

oxoxoxoxo

O movimento bolsonarista se encaminha para se tornar a minoria barulhenta.

Canos de escape e motores barulhentos.

oxoxoxoxo

defina "liberdade

"liberdade" no conceito de Bolsonaro, e até a morte, é se manter ele e filhos fora da prisão, que é para onde ele vai depois de cair.

Espero viver pra ver gado gritando #ForaBolsonaro (da prisão).

"liberdade", o privilégio de não ser preso, mesmo tendo cometido diversos crimes, inclusive, contra a humanidade e contra a liberdade.

oxoxoxoxo

Sim, eu penso em suicídio, porque temo perder o lugar onde moro, meus livros e instrumentos musicais, minha mãe, mas constato que a vida mais precária é melhor do que o Nada da morte.

Agora, imagina como eu vejo um sociopata do Planato ou um psicopata do DF e o desprezo deles por vidas.

oxoxoxoxo

"Ensaio clínico", leia-se, "Experimento com cobaias humanas", em Manaus, aplicou de bloqueador de testosterona em paciente de COVID-19 e resultou em mais de 200 mortos. Josef Mengele ri na cova.

manauschwitz

oxoxoxoxo

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Hipnos Cotidiano.

tic tac

olhe esse relógio

tic tac

veja como ele balança da esquerda pra direita e da direita para a esquerda

tic tac

você está hipnotizado

tic tac

agora você está dormindo

tic tac

você só vai ver caça ao psicopata

tic tac

para onde olhar só caça ao psicopata

tic tac

você se esqueceu do meio milhão de mortos por COVID, da fome, da inflação, do Genocida, da CPI e das manifestações de sábado,19... ...privatização da Eletrobrás.

tic tac

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Krenak no Roda Viva.

Duas coisas do Krenak no Roda Viva.

Quando ele disse que podia até vender refrigerantes de Ayahuasca que não dava pra engarrafar o que o Pajé faz.

Dignidade.

E que poderia trancar a meia-dúzia de banqueiros num dos cofres deles é deixar eles lá para comer dinheiro.

Tem no YouTube do Roda Viva e é muito legal

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 11 de junho de 2021

666III

Ah esses diabinhos e robots que me seguem💙💜💛

oxoxoxoxo

Estou com 666 seguidores e 33% deles são robots.
Me sinto numa capa do Iron Maiden da década de 80.

oxoxoxoxo

meio besta
meia meia meia
meia azul, verde,
amarela, vermelha
meia meia meia
vendo vendo vendo
meias de todas as cores
para meus robôs
e gentes, seguidores
meia meia meia
meias para aquecer os pés
os pés dos meus amores

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 4 de junho de 2021

A Tempestade.

Negacionismo é negar a existência de algo e/ou alguém. O fascismo xinga aos outros exatamente daquilo que ele faz. Vagabundo. Bandido. Ele é incapaz de ver o outro. Só ele existe, e os que são como ele.

Ontem, ele sussurrou aos nossos ouvidos.

VOCÊ NÃO AGUENTA A TEMPESTADE!

Hoje, nós lhe mostramos.

EU SOU A TEMPESTADE.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Arte Marcial.

Os assuntos militares são muito importantes para serem tratados apenas por militares.

Assuntos esses que são assuntos de Defesa e de Estado.

Não seriam assuntos de Governo muito menos seriam assuntos eleitorais.

Militares sérios estão sedentos pela participação da Sociedade em assuntos militares.

Fora Bolsonaro!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Tweets Cinco-Vinte-Um.

Delírio Comunista

Há delírio comunista, há delírio socialista, delírio democrático também há.

Só não pode haver delírio autoritário, pois este vem acompanhado de muita violência.

Por que, no ranking dos xingamentos, aqueles relacionados às doenças mentais ocupam as posições de liderança?

oxoxoxoxo

TELEVISÃO:

A Johnson&Johnson vai pagar milhões de recall em indenizações para as pessoas que usaram o talco desta marca por substâncias cancerígenas.
O telebolsonarista:

"Oba! Vou comprar esse talco, ser indenizado e ganhar milhões!"

Marketing da Indústria Farmacêutica paga e ri!

oxoxoxoxo

Eleições em Israel

Entendi os bombardeios israelenses das últimas semanas.

Explodir palestinos sempre foi a plataforma eleitoral do Netanyahu.

Assim como "bandido bom é bandido morto" é pro genocida de aqui.

Dessa vez deu errado pro sacripanta.

Vai na paz, genocida de lá, e não volte mais.

oxoxoxoxo

Estou preparando um texto que combina o Marketing da Indústria Farmacêutica com o Marketing Cultural da classe artística. CPI é para os fracos e oprimidos.

Ou, como diria o Didi: "frascos e comprimidos."

AntiComunicação
Desestória
MKT
Assédio Calculado
Vigilância e Assujeitamento

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Comunicação (Anti)Social.

Os fabricantes de medicamentos fazem vacinas, porque gente morta não compra medicamentos, mas não previnem a saúde, porque gente saudável não compra medicamentos.

Doença é negócio que dá lucro e fideliza.

Saúde só para ser esfolado e depois descartado em um trabalho que um robô ainda não possa fazer ou seja mais caro que um humano.

Diz o xóvem:

"Não vou cuidar da minha saúde, porque há remédios, tem cura!"

Remédio é Saúde (sarcasmo)

Os urubus da publicidade, propaganda e marketing já estão de olho nos décimos terceiros de INSS dos velhinhos, sem dó.

É um tal de venda de odontologia pra lá, medicina pra cá, vitaminas pra lá, alimentos pra cá, medicamentos pra lá, remédios pra cá, próteses pra lá, óculos pra cá, vitaminas pra lá, suplementos pra cá, equipamentos pra lá, academia pra cá, planos de saúde pra cá e pra lá..

Eu já falei vitamina? Medicina? Odontologia? Academia? Alimentos? Medicamentos? Remédios? Implantes?

A mídia vive de tédios...

Consumismo já é uma ideologia condenável, agora pensa na área da saúde.

Como é condenável a exploração mercadológica do medo de vir a falecer de senhores e senhoras idosos, não é?

Veja bem...

Créditos pra lá, cartão de créditos pra cá, empréstimos consignados pra lá, investimentos pra cá, financiamentos pra lá, títulos do tesouro pra cá, ações da bolsa pra lá, teto de gastos pra cá e pra lá, mas vocês não estão preparados para essa conversa...

O "Doctors Trial" no Julgamento de Nuremberg foi feito sob-medida para os médicos que resolveram se meter com propaganda. Teve perpétuas, teve até penas de morte.

Um julgamento à parte.
Exclusivo para essa categoria profissional

Vai vendo...

SAÚDE NÃO É MERCADORIA
MEU CORPO NÃO É MERCADORIA
EU NÃO SOU MERCADORIA
NINGUÉM É MERCADORIA

O prêmio da "corrida das vacinas" é dinheiro!
(e merchandising)

a cloroquina e outros vermífugos tiveram a única e exclusiva missão de abrir espaços para fármacos na televisão.

Caso se tenha esquecido, a palavra "médico" tem a mesma etimologia da palavra "medida", pois é ele quem sabe, ou deveria saber, até onde a poção mágica deixa de ser medicamento e passa a ser veneno.

A diferença de remédio para veneno é apenas a dosagem, a medida.

Boa CPI.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Quando o sol... (CDG)

O aquário, da Era de Aquário, não é esse de colocar peixinhos não. O aquário de que se está falando é dos aguadeiros. Moça ou moço que buscava água nas nascentes para vender nos comércios. Às vezes, elas precisavam andar quilômetros com um jarro, aquário, na cabeça ou nos ombros carregando a água. Não existiam garrafas ainda. Uma bela profissão. A Era astrológica que se findou ontem foi a de Capricórnio.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 21 de maio de 2021

Medicina Social.

Por que tem psiquiatra que trata dos loucos como se fossem agentes infecciosos que devem ser neutralizados?

Por que tem médico que não é psiquiatra, mas acredita que conhece saúde mental?

Por que a ideia da eugenia ainda tem tanto prestígio (de fato) junto aos médicos?

Por que é tão difícil tratar os loucos sem isolamento e violência?

Se cada neurônio é único, nenhum é igual a outro, como podem haver sequer dois cérebros iguais?

Por que as mentes seriam todas iguais, se nem as biotas intestinais o são?

Se fazer o que pode, e fazer é poder, poder viver, inclusive, poder prazer e poder sofrer.

Poder ser.

Poder.

Pode ser?

Pode crer?

A pulsão de vida e a pulsão de morte estão tão próximas ao ponto de que, se você soterrar uma, a outra é soterrada junto. Melhor ideia é plantar essa sementezinha insistentezinha com muito amor e carinho de maneirazinha que a pulsão de morte, que são as raízes, sustentem a pulsão de vida, que são os troncos, os galhos, as folhas, as flores e os frutos,.. e mais sementes... muitas mais sementes!

Semente de mostarda.
Raízes e árvores de mostarda.
A menor dentre as sementes é das maiores dentre as árvores.

Tudo é necessário, nada é desperdiçado.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quinta-feira, 20 de maio de 2021

Inté(estamento).

Vou me ausentar do facebook por um tempo, mas desejo voltar. Se eu morrer e aparecer gente cantando minha canção, não é homenagem, eu não autorizei, serão os mesmos que me mataram.

qryz (eu) no soundcloud

O plágio mercenário.

(do site, devem remover, caso seja interrompido o pagamento da hospedagem, do soundcloud não)

facebook, 11 de Abril de 2021
(manhã, às 09:52 horas)

oooo xxx oxox :o)

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Exemplo Psicossomático.

É uma sonhada final de Libertadores da América. Corinthians versus Palmeiras. Ambos chegam ao último jogo em situação de empate total.

Vemos um torcedor fanático do Corinthians, seu Jorge, como quase todos eles são, corintianos roxos como aquela camisa clássica do time.

(Só que esse torcedor é cardíaco)

Assim, o empate total é disputa de pênaltis depois da prorrogação, e não foi zero a zero, foi gol para tudo que é lado!

O jogo está em 12 a 12, quatro a quatro em jogo e o restante em pênaltis, sim, chegamos às cobranças alternadas!

Depois de oito a oito, está nove a oito para o Palmeiras, o melhor atacante de todos os tempos do Corinthians tem a responsabilidade de cobrar a penalidade e, se errar, a taça é palmeirense.

Ano de 2114. Seu Jorge, corintiano, já nasceu corintiano e está à flor-da-pele, tremulando, coração acelerado.

A bola acerta a trave, dispara o coração de seu Jorge, esse coração não aguenta tanta pressão, hipertensão, e colapsa. Menos um torcedor do Corinthians no mundo.

Não existiu nenhum agente causador externo que não sejam imagens de televisão, nenhum vírus, nenhum verme, nenhum agente concreto. Só emoção, susto, expectativa e tensão.

As emoções de gols perdidos.

Está provada a psicossomatizacão.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

terça-feira, 11 de maio de 2021

pelo quê, então?

não faço poesia
para ficar famoso
não faço poesia
para arrebanhar seguidores
não faço poesia
para ganhar dinheiro

nem para ser curtido
nem para compartilhar

nem dá

só quero fazer boa poesia
canção que encante
pelos quatro cantos
do mundo

não quero ser roubado
tampouco

faço poesia para falar de poesia
faço poesia para ter
esta conversa
desnecessária
faço poesia para sentir
os corações batucando junto

todos
o meu e os seus

faço poesia por espantar o tédio
se não faço
eu tento

oxoxoxoxo

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Legião Estrangeira.

O comediante
morreu pra'gente
acordar
último ato do gigante,
gigante como o amar.

oxoxoxoxo

Elemento
Indivíduo
Cidadão
Plateia
Público
Massa
Gado
Manada
Avatar

mas, a morada é no Sujeito.

oxoxoxoxo

Estar desalentado é ter a liberdade para fazer tudo o que quiser e o dinheiro para não poder fazer absolutamente nada.

oxoxoxoxo

Mais Homem de Mente!
Menos Homem Demente!

Quero um presidente presente.
Demitam o mito.

Não minto, sinto...
...e Todos pressentem.

Nosso grito é quente, rico e nunca
(nunca mesmo) ausente.

oxoxoxoxo

Legião Urbana.

Queria perguntar para o Renato.

Legião é coletivo de anjos e/ou de demônios?

Se sim, na sua concepção,

São, anjos e demônios, bem separados entre si, uns contra os outros, dois times de futebol?

Ou tudo junto e misturado como no teatro, cada um em sua própria singularidade teatral?

oxoxoxoxo

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

domingo, 9 de maio de 2021

Tosqueira.

Saca o personagem caricato:

Eu sou um tosco.
Tosco com orgulho.
O Bolsonaro é tosco.
Tosco como eu.
Tosco e bem-sucedido.

Ôba!

Ele me representa!
Viva o Tosco!

Media training é coaching gourmet:D

<3 :o) <3

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 8 de maio de 2021

Invisível.

Quando a gente fala que
passa fome,
mora de aluguel,
sofre com a inflação,
está desalentado
e pensando em suicídio,
os amigos fugiram,
as mulheres não se interessam,
nunca casou ou teve filhos,
nem namorar namorou,
pois a esquizofrenia ferrou tudo.

A gente não quer dinheiro não,
só alguém para ser lido.
Ouvido.
Visto.

Mas, é invisível.
NINGUÉM É DESCARTÁVEL

Nada contra quem está no aperto
e precisa de uma ajuda.

Mas, muitas vezes,
um só coraçãozinho basta.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Dáumbáilóh

Sartre: to be is to do.
Socrates: to do is to be.
Scooby-Doo: be do be doo.
Sinatra: do be do be do do do do do do do do be do be do.

Shakespeare: to be or not to be.
Oswald: tupi or not tupi.

The Police: de do do do, de da da da.
Duchamp: dadaïsme.
Freud: fort-da.

I scream, you scream, we scream for ice cream.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 1 de maio de 2021

Bom Dia do Trabalhador.


Marte,
O planeta vermelho,
Daqui da Terra,
Uma estrela
Brilha
Para mim,
Para ti,
Para todos.

Bom trabalho!

May Day
Dia do Trabalho
Dia do Trabalhador

Trabalhador
Trabalha a dor
Nada como "trabalho"
Vir de "tripalium"
Uma máquina de torturas

Pouca gente
Tem prazer em trabalhar
Pode-se dizer
Privilégio

marte

meu site
facebook/cristian.korny
websitemusikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quarta-feira, 28 de abril de 2021

Oráculo de Cassandra.

Não se perdoa quem teve a intenção,
esses não merecem nem compaixão.
Já quem foi enganado,
aí sim, se oferece um perdão.

oxoxoxoxo

Quem mais atura é quem mais fatura.

Não no Brasil, meu bem.

Aqui que mais atura fatura fratura.

oxoxoxoxo

Falar as coisas tem hora e tem momento certo.
Você só pode escolher um deles para companheiro de quarto/cela/enfermaria:

a) O Traficante
b) O Miliciano

Qual deles você escolhe?

oxoxoxoxo

a) O momento de falar pra avisar a tragédia iminente.
b) O momento de falar pra capitalizar a tragédia e ficar mais famoso.

A maioria, inclusive artistas, querem ficar em (b), pois em (a) corre-se o risco de encarnar o malefício.

oxoxoxoxo

Conhece o famoso Complexo de Cassandra, citado, por exemplo, no filme Os 12 Macacos?

Cassandra era lindíssima e era a ptonisa de Delfos.

Apolo queria muito pegar Cassandra, mas, na hora do beijo, ela titubeou, virou o rosto, e recusou o beijo dele.

Na porta desse Oráculo aí!

O Oráculo de Delfos.

Apolo era um deus bonitão e não aceitava um "não" como resposta...

Ainda mais nesses assuntos dessa importância!

Cuspiu o deus na boca entreaberta da ptonisa e com isso deu a ela o dom de prever o futuro.

Mas, como a intenção de Apolo era castigá-la, a contrapartida (sempre tem uma, não é?) seria que ninguém acreditasse numa só palavra dela!

Ela passou a vida como uma cientista de filme catástrofe, que tenta avisar e avisar, mas ninguém lhe dava ouvidos não.

E vem a catástrofe.

Soa familiar?

Então era pior do que um super poder que não se pode usar, era de pirar o cabeção!

Tudo por que ela não quis beijá-lo bem na hora que o menino mimadão queria!

Mas,

Não é não!
Como minha vó já dizia!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Anedotas.

Descobri que o Mussum falaves pronomes neutres antes da modes, Cacíldes!
(Neutre e plural)

oxoxoxoxo

Tem o herbívoro.
Tem o carnívoro.
Tem eu, onívoro.
E onírico!

E tem o chatívoro, que só come fast-food pelo i-food e não sabe cozinhar, muito menos lavar uma louça.

oxoxoxoxo

macho(cado) alfa(fa) (ca)gado.

oxoxoxoxo

"'Eu penso, eu acho, eu sinto', não é argumento, mal pode ser opinião".

Eu acho, se eu perco.
Penso, logo existo.
Se não gosta.
Sinto muito.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 26 de abril de 2021

O Futuro Não É o que se Esperava Dele.

Faça oração pros anjos caídos,
Segura a maré pras águas nascentes,
Toca os sinos pros corações partidos,
Pra seus filhos, tochas ardentes,
Noite sem fim que amarra forte a mim,
Dias escuros me colocam nas frentes,
E estas lágrimas que me estão lavando assim,
Eu choro, me perdi pra sempre,
E o futuro não é o que se esperava dele, Jamais!

Eterno.

Uma asa é negra, transparente e clara. 

Outra asa é branca, opaca e escura.

Ouça, ousa, pousa.

Cair do céu, do seu inferno, inverno inverso. 

sábado, 24 de abril de 2021

Cultura para quem é da Cultura!

A capa da primeira cultura foi rasgada, não elogiada.
O corpo da primeira cultura foi surrado, não celebrado.
O muro da primeira cultura foi pichado, não admirado.
A fala da primeira cultura foi calada, não escutada.
O parto da primeira cultura foi assassinado, não comemorado.
O gesto da primeira cultura foi tolhido, não exibido.
O passo da primeira cultura foi escondido, não mostrado.
O prêmio da primeira cultura foi recusado, não contemplado.

Como é difícil distinguir!
O que é apenas um insulto,
Daquilo que é um novo devir!

Como é difícil perceber!
O que abre um novo caminho,
Daquilo que lhe deixa à mercê!

Como é difícil se aproximar!
Daquilo que nos é tão estranho,
Que nos deve modificar!

Sair do conforto é tão difícil,
Mas quem a gente seria sem isso?

O que a gente seria?
Sem incorporar o diferente.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Plágio é Violência Moral e Econômica!

Fui perseguido, reduzido à miséria e isolado para me bloquearem de cantar minha canção para uma plateia, e, assim, ser obrigado a vender minha canção por um preço muito barato para os mesmos que me perseguiram, isolaram e empobreceram (e destruíram minha saúde mental). NÃO É NÃO!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quinta-feira, 22 de abril de 2021

Lei Geral de Proteção de Dados.

LGPD (não é LGBT)

Sabe daquela empresa privada que lava dinheiro?

Então, ela poderá lhe achar e lhe matar com os dados da sua localização física e geográficas.

(Na verdade, já fazem isso)

LGPD (não é LGBT)

Sabe daquela campanha difamatória dos publicitários contra você?

Então, ela poderá ser feita com muito mais propriedade e precisão para lhe destruir.

(Na verdade, já fazem isso)

LGPD (não é LGBT)

Sabe aquela empresa credora sua?

Ela poderá saber como lhe arrancar até seu último centavo por meio dos seus dados bancários.

(Na verdade, já fazem isso)

LGPD (não é LGBT)

Sabe o seu plano de saúde?

Ele acessará seus dados de saúde para cobrar maior ou menor mensalidade.

(Na verdade, já fazem isso)

LGPD (não é LGBT)

Sabe do seu seguro de vida?

A seguradora acessará seus dados de saúde para calibrar o preço da mensalidade segundo o seu risco.

(Na verdade, já fazem isso)

LGPD (não é LGBT)

Sabe do seu empregador?

Sua contratação dependerá dos dados sobre sua saúde, esses dados mesmo.

(Na verdade, já fazem isso)

A Lei Geral de Proteção de Dados não é brincadeira, e vai muito além de receber anúncios chatos e incovenientes pela Internet.


meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Commedia Dell'Arte

Respeitável Púbico!

Com Vocês:

Os Generais de Pijamas!

O Exército de Pijamas!
A Marinha de Pijamas!
A Aeronáutica de Pijamas!

O Excelentíssimo Senhor Presidente da República de Bananas.

E o Vice-Presidente de Roupão...

meu site
facebook/cristian.korny
websitemusikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

quarta-feira, 21 de abril de 2021

História de Extremo Terror (Biopolítica Prática)

O irmão mata dentro de casa. A mãe diz que o morto surtou por ser esquizofrênico, o que justifica o homicídio. A polícia pergunta ao CAPS se é verdade a esquizofrenia, e o psiquiatra atesta que sim. Já a segurança privada tem juízo seletivo. A prefeitura desaparece da mídia sobre o escândalo do dinheiro da Saúde desviado em plena pandemia de trezentos e setenta e cinco mil mortos de COVID no Brasil. A Organização Social da Saúde que administra o dinheiro da Saúde na Cidade fica invisível e camuflada se fingindo de morta. Não teve nada com isso. Empresas privadas podem roubar, apenas as empresas públicas que estão proibidas. Sei. A Indústria Farmacêutica aproveita a chance para vender mais medicamentos contra a esquizofrenia e fidelizar os doentes. A Industria Farmacêutica alega que seu mercado é da Saúde, não é da Doença. Os Planos de Saúde privados formatam aí alguns produtos bem trancham. Ocorre um incentivo de publicidade, propaganda e marketing na televisão para não sair no noticioso. O Mercado Publicitário se livra de um estorvo. O Marketing faz muito dinheiro com esse planejamento hediondo. O povo da Cultura recebe patrocínio das marcas de remédios para fazer uma peça de Teatro sobre o assassinato do louco pelo próprio irmão com aquiescência da mãe. Tragédia Rodrigueana. Verdade Artística. Até cantam umas canções do morto em homenagem a ele. Observação: ninguém nem imaginava nada disso. Pegou todo mundo de furpreva. Muito menos planejava. Esta é uma história de ficção, qualquer semelhança com fatos e acontecimentos reais é mera coincidência. Todo mundo fica rico no final. Menos os três esquisitões da foto.

Mas, como tudo isso começou? 

Os boyzinhos da Cidade alimentando ódio de um irmão contra o outro, e trocando o nome de um pelo nome de outro para embaralhar os sinais e Caim não ir para a prisão, enquanto Abel vai para o cemitério com passagem pelo manicômio.

A mãe foi doutrinada pela televisão do mesmo jeito que se naturaliza bandidos bons e mortos.

O boyzinhos da Cidade, hoje respeitáveis gente-de-bem riem, festejam e, principalmente, fazem muita grana.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

terça-feira, 20 de abril de 2021

Para Krenak e Wisnik.

Aqui lampeja, ali amarra, e, na marra, berra e planeja guerra contra a planta, peleja a raiz na terra em pleno planeta Terra. Deseja e troveja de beleza a natureza e a raiz arranca do fundo útero humo profundo mundo, da fama terra plana, em prantos, em barro e em lama, a terra planta!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

terça-feira, 13 de abril de 2021

Fácil de Lembrar.

Si Mi Lá Ré Sol Dó Fá z de conta, em Fá Dó Sol no Ré Lá to Mi Si vo.

Si Mi Lá Ré Sol Dó Fá (Ciclo das quartas).

Fá Dó Sol Ré Lá Mi Si (Ciclo das quintas).

Similar é o sol do faz-de-conta, enfado é o sol no relato missivo.

(C.Q.D.)

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Argumento Estéril.

Ninguém faz nada sozinho.

Você tem que compartilhar.

Você compartilha, e acaba sozinho de novo.

Agora, você está sozinho, mas, só que, desta vez, sem nada para compartilhar. 

Alguém compartilha seu dinheiro com você?

Ou apenas lhe dá esmolas?

Cansei de ser trouxa!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Em Fim, o Chavão!

Legendas e ficções políticas contraditórias do Brasil que procuram uma identidade que não têm:

Progressistas, mas deveriam se chamar de Regressistas.

Republicanos fisiológicos de sempre.

Cidadania privilegiada. 

Democratas, tipo Grécia Antiga.

Podemos trocar o "p" pelo "f".

Patriotas entreguistas, sim, senhor!

Solidariedade entre nós apenas.

Avante para a Idade Média!

Novo, hahaha, 100 comentários.

Enfim, a Hipocrisia!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Semente Canção.

Estou sozinho e queria ter com quem conversar. Acho que vou escrever uma canção e não sei como. Assim como uma oração com sujeito, verbo e predicado. A canção tem início, meio e fim. A tirinha tem pergunta, elaboração e resposta. Hey!? Eu tenho algo a dizer! Então diga lá, dê sua palavra! Diga ao que veio! Já sei deixar falar o coração! É simples. Você olha pra dentro, o movimento das suas emoções que faz a melodia escolhida. A sua mente lhe dará as palavras e os sons da poesia cantada. As palavras são o ar e a melodia, uma serpente sobre a qual a pressão atmosférica se assenta. Eis aí tua canção! 

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sexta-feira, 9 de abril de 2021

Sofrimento, Dinheiro e Suicídio.

O povo fala assim do dinheiro por não saber o que é:

Para Keynes, o dinheiro é uma ferramenta de fomento da economia e de bem-estar social.

Para Marx, o dinheiro é um ente abstrato para realizar trocas e usos de mercadorias.

Para Adam Smith, é uma reserva do capitalismo de reprodução do mercado.

Tem outras definições, essas são as três linhas econômicas majoritárias de hoje.

Dinheiro na cultura popular, eu gosto quando dizem assim: "não tenho um puto!". Raiva do dinheiro por não ter dinheiro, e ele é assim, vai com todo mundo, e por qualquer motivo se troca com todas e todos. Promíscuo e interesseiro. O dinheiro é um puto!

O dinheiro não tem existência material, é metafísico, abstrato, mas nem por isso é negligenciável, assim como nossas palavras e nossos gestos não existem também. 

O dinheiro é um objeto de intermediação, isso significa que sofrer por dinheiro é loucura, pois ele não existe, é uma convenção, um acordo, um contrato. Não tem existência por ele próprio. O dinheiro é uma ideia aceita por todos.

Ninguém sofre por falta de dinheiro. As pessoas sofrem por não terem comida para se alimentar. Sofrem por não terem roupa para se vestir. Sofrem por não ter como se abrigar. Sofrem por não terem água para beber. Não sofrem por dinheiro não. Não se troca causa por consequência não.

Se suicidam por isso!

O ser humano é o único animal simbólico, então sofre por ser assim. Sofre por não conseguir filosofar. Sofre por não ser amado ou amar. Sofre por não ter afeto. Sofre por não ter razão, não ter emoção ou não ter imaginação.

Se suicidam por isso!

A palavra não dita mata!

Marx tinha o conceito de fetiche da mercadoria. Freud também tem o conceito de fetichismo. Aí, economia e psicanálise se encontram.

Não basta ter comida, tem de ser aquela comida que viu numa propaganda lixo de televisão, etc...

Fetiche da mercadoria!

Não basta ter amor, tem de ser amor com aquela pessoa que todo mundo quer, não basta a lembrança de alguém, tem de carregar um souvenir, etc...

Fetiche freudiano!

Existem países pobre mais felizes do que países ricos, mas existem países ricos mais felizes do que países pobres.

Eu não vou tirar a razão de quem quer se suicidar, não faço pouco caso do sofrimento de ninguém, mas não se esqueçam de que felicidade não se compra, e o melhor da vida não pode se trocado por dinheiro, filosofia, poesia, amizade, amor, sexo, paixão, respeito, trabalho, afeto, intelecto, razão, emoção, imaginação, a lista é longa, para nada disso (nem contra isso) o puto do dinheiro tem poder nenhum.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 27 de março de 2021

Camisa-de-Força

"O cliente tem sempre razão em todo lugar menos aqui." (Grafite anônimo na parede de um manicômio).

O que é ter razão? Seria poder mandar, poder pagar, estar certo. Perder a razão é possível? Quem diz o que é a razão? Quem tira a razão? Como se tira a razão? Razão vale dinheiro, poder, conforto, saúde? A razão existe contra a emoção? Razão é um título, um patrimônio? Será a razão direito, dever ou obrigação? Ter razão implica que o outro já não a perdeu? Razão é inclusão ou é exclusão? Razão é afirmação ou é negação? Quem tem razão para dizer quem tem razão? Não é uma piada sobre manicômios, nem sobre loucos, é sobre o conceito de razão e denuncia algo a que se está querendo voltar, que está sempre aí, assombrando, para voltar. O ódio ao estranho, que não soa bem e nem é de bom tom.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

sábado, 20 de março de 2021

Assédio com Dinheiro Público em 2005.

Já sofri. Bahiatursa gestão Paulo Souto (2005). Roubavam muito dinheiro público lá. Precisavam colocar a culpa em alguém. Esse alguém precisava parecer culpado para quando apontassem o dedo. Então, me assediaram até a loucura, para a punição de uma internação psiquiátrica, então, eu parecia muito um criminoso, estava em surto de esquizofrenia. A opinião pública iria adorar tal punição exemplar. Eu escapei, mas não digo como. Se eu tivesse roubado um único real, eu seria o único a ser preso. Eu não sabia o que estava acontecendo. Descobri muito tempo depois, pesquisando. Não existia esse conceito de assédio. Assédio era normal. Dizia-se que era pressão comum no trabalho. Eu me resignava, mas me destruiu. Eles ficaram ricos. O diretor-presidente da empresa foi obrigado a devolver 10 milhões de reais. Óbvio que roubou mais.

(Demoraram-se 16 anos para eu conseguir contar esta história.)

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Desculpas de um Estuprador, mas Estupro não tem Desculpas.



meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Marketing Muito Sem Nível.

O Marketing decide quem vive e quem morre, quem emprega e quem desemprega, quem tem e quem não tem dignidade. O Marketing ameaça quem não faz seus caprichos com o isolamento, o linchamento, o esquecimento, a difamação, a calúnia, a injúria, a invisibilidade e a morte. O Marketing mostra gente honesta como ladrões, e ladrões mostra como gente honesta, mostra quem ama como estupradores e estupradores como quem ama. O Marketing decide até o preço dos alimentos. O Marketing decide TODOS os preços! Só o dinheiro importa, nem o vírus importa, nem o verme importa. Tudo é motivo de criação marqueteira. Não respeitam nada, toleram se puder pagar e aceitam corrupção se der lucro. O Marketing manda alguém lhe espancar, caso seja necessário, para lhe intimidar. Vale-tudo MESMO! Publicidade, propaganda e marketing são coisas de bandidos. Ricos que matam pobres para ocultar seus crimes deles ricos. Tudo veem e tudo sabem. Eu enfrento, pois me escolheram para enfrentar. Escolha, não tive: pau no cu dos 50 ânus da ECA-USP!
-x-x-x-x
Fui escolhido como material gratuito de pesquisa de marketing sobre consumo da classe D, não posso nem trabalhar, pois corro o risco de sair da classe D e estragar o experimento. Se nem me perguntaram se eu queria participar da pesquisa, imagina se iriam me pagar centavos ou me dar brindes!
-x-x-x-x
Queriam que eu me calasse, mas, se o marketing não dá certo sempre existe algum papo furado para ludibriar o público, o mercado e as autoridades.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Antes Bolos do que Covas.

SOMOS
POVOS
SOMOS
TODOS
BOULOS
FOFOS

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Uma Ocupação.

Gente de verdade, com corpo de verdade, ocupa espaço, se não tem casa, ocupa debaixo da ponte, se não tem casa, ocupa debaixo da marquise, se não tem casa, ocupa covas no cemitério, alguma coisa, gente com corpo de verdade, ela ocupa, crianças com corpo de verdade, mulheres com corpo de verdade, negros com corpo de verdade, trans com corpo de verdade, alguma coisa, ocupa, quem quer que seja, mineral, vegetal ou animal, espaço ele ocupa, ser radical é não ver essa realidade, ser radical é ser etéreo, sem corpo, apenas alma espiritual, os críticos não sabem o que dizem, mas dizem que um cadáver é um "corpo".

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

O Estupro do Vernáculo.

O gênero neutro é um Leito de Procusto. Quem era maior que o leito, Procusto cortava os pés, quem era menor, ele esticava pra caber. O gênero neutro não curte diversidade. O gênero neutro impõe a média aonde média não existirá jamais. O gênero neutro cancela a diversidade. É um fetiche. Lutem por direitos! Lutem por salários!

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Vício em Masturbação?

Como se curar do vício em masturbação?
Não ouça esse povo, se masturbar é bom, as minas e os minos.
Ruim é estuprar, é abusar, é assediar, é agredir, é perseguir, é submeter, enfim, deu pra entender...
Mas, olha só, tem fundamento, se você está saciado, vai brochar mesmo.
Se mastubar é um modo de aprender a ter e a dar prazer.
Não precisa ficar um mês inteiro sem se masturbar, uns três ou quatro dias já bastam pros migos.
Para as migas é diferente, bem diferente, pois para elas a masturbação não sacia, pelo contrário.
Siiim, manos e manas somos o inverso um do outro,
Assim como nossas genitálias.
Uma pergunta melhor seria:
Como me masturbar sem fazer sujeirada?
A resposta não é se masturbar no chuveiro, saboneteiras ou algo assim...
De maneira limpa mesmo.
Para responder é preciso de um vídeo tutorial...
Não é só seu prazer...
Certo?

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

A Partida de Vôlei Bozo

Saques de dinheiro / Cortadas em orçamentos sociais / Bloqueio de adversários políticos / Ponto de barganha de milicos / e Morte súbita do Brasil.

meu site
facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Cultura na Feliz Cidade

Cultura na cidade
Tão bonita cidade
Acordar os corações 
Também abrir as mentes

Abrir os corações 
Para entrar mais gentes
Acordar as mentes
Para mais intuições

Cultura na cidade
Tão bonita cidade
Fazer inteligente
E trazer felicidade 

Vida para as pessoas
Tantas coisas boas
Que nem te digo agora
Chegou a nossa hora
De fazer cultura
Para entrar mais gente
Muito beleza pura
Para gente como a gente

Cultura na cidade
Tão bonita cidade
Acordar os corações 
Também abrir as mentes

facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

Palíndromos

reviva, vá viver!

pote super repus, é top!

roma amuada, dá uma, amor!

para dádiva ser três, a vida dá rap!

sopra o oco, o ar pôs...

o dado com o co-dado.

...rever, a sós, a ama, a sós, a rever...

facebook/cristian.korny
website musikisses
myspace/cristiankorny
soundclouds
twitter/qryz

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Política "Ui".

Redondilhas Menores

ABBA ABAB ABCB

jogar pedra, sei,
e também dou flores,
coleciono dores
deste enfado, o rei.

serei contra lei?
serei por amores?
se mais for, serei
anti-ditadores!

mau humor, talkei?
meus dissabores,
desgoverno, inferno
que me causa horrores!

Sobre Mim.

Eu já nem sei quem sou
Eu já não sei quem fui
De tudo o que passou
De resto tudo flui
De longe alguma dor
De perto senti amor
Pois pra onde eu vou
Não é certo que flui
Às vezes, o prédio rui
Às vezes, o rio polui
Certo tempo constrói 
Ao vento passou
Todo um tempo de flor
Um sentimento sem cor
Pois pra onde vou
Não é certo que flui

Pesquisar este blog

 
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.